sábado, 2 de maio de 2009

Plajeando

Ando meio sem inspiração para escrever, por isso alguns textos não são meus. Tenho buscado através das músicas, dos poemas, algo que transmita o que eu sinto, o que eu sou, até que a inspiração, para que eu mesma possa criar volte, rsss

Dos meus pensamentos incertos
Que seguro com laços de fita
Ao coração machucado
Que amarrei com laços de Luz
Sonho de criança nova
Multicolorido leve doce... Você!!

Entre laços e fitas espaços e vagar
No Meu peito cresce, o vazio ocupa
Já não sou Eu... És tudo... Todo
Laços que não se desfazem
Brilhos que não se apagam
Cores duradouras...

Com que laço te ato ao meu coração?
Com que fita enfeito sua essência?
Com que cores pinto tua morada?
Com que Luz vislumbro meus pensamentos,
Quando estou junto a ti?
Se você carrega em si, tudo que eu preciso??

Nenhum comentário:

Postar um comentário